[BEDA] Séries que você já assistiu por completo

Hoje o tema do BEDA são os seriados que já assistimos por completo.

Eu não sou muito disciplinada com seriados, às vezes demoro demais para começar/terminar. Um pouco é pelo fato de não conseguir maratonar séries com episódios muito longos. Mesmo quando a série é boa, eu consigo ver no máximo 3 eps na sequência…

Mas se os episódios são curtos, com 30 minutos, por exemplo, eu consigo ver 1 temporada em 1 dia. Como aconteceu com Girls.

Vou citar apenas 5 séries ok, senão o post fica muito longo…


1 – BREAKING BAD

Demorei anos para começar, mas não me arrependo.

Quando era modinha, eu ficava meio irritada com as pessoas falando comigo como se eu tivesse a obrigação de ver o seriado e amá-lo. Acho que não é assim que você apresenta uma série para alguém.

Quando finalmente consegui sobreviver à primeira temporada, que eu acho chatérrima, fiquei realmente viciada. Assistir BB se tornou um hábito, e eu não dormia sem ver um episódio, ainda bem que tinha tudo na Nextflix.

Acho Breaking Bad um seriado muito inteligente, e fiquei feliz de ter começado depois que acabou, porque assim eu consegui ver tudo no meu ritmo, sem ter que esperar nada.

2 – GIRLS

Comecei a assistir tarde, neste ano mais precisamente. Eu já “conhecia” a Lena Dunham (que atua na série, além de tê-la produzido) há algum tempo, ela é (era mais) super ativa na internet, e já tinha lançado uma bio que eu li em 2015. Era para ter começado a assistir Girls em 2015, que foi quando eu soube da existência da série, mas naquele tempo eu não parava em casa, e acabei procrastinando.

Quando sentei para assistir viciei muitooo! A série é ótimaaa! Eu tava até reassistindo alguns eps hoje.

SUPER RECOMENDO!

3 – LOST

LOST. Quando falei sobre o filme Náufrago, comentei que gosto dessa temática né, então. Lost é beeem comprido, mas não me cansou assistir, quer dizer, a 4ª e a 5ª temporada são meio caídas (na minha opinião). Mas no geral, o seriado é bom demais! É um clássico!

*NOTA: Eu comecei com Lost quando passava na Globo. Mas não conseguia acompanhar porque passava muito tarde, e eu acabava dormindo. Só depois que encontrei na internet é que consegui assistir direito.

4 – SEX AND THE CITY

Odeio quando comento que gosto de SATC e as pessoas me tratam como se eu fosse uma pessoa fútil. Tem uma protagonista viciada em sapatos? Sim, tem. Mas é uma hipocrisia rotular essa série, que é tão legal com base nesse fato. Para dizer se é ruim ou boa, tem que assistir né, óbvio.

Seriado divertido, com boas histórias! Quatro amigas com mais de 30 anos que estão… se divertindo! Sim! Elas vão à festas, já possuem uma certa estabilidade profissional, cada uma de um jeito diferente, assim como você e suas amigas. Ou seja, assista.

5 – BIG LITTLE LIES

Esta é uma série baseada num livro com o mesmo nome, que saiu no começo desse ano. Eu li o livro correndo, para poder assistir o seriado.

Aqui o tema é SORORIDADE. É legal assistir para fugir um pouco da mesmice. As histórias de BLL facilmente aconteceriam na vida real, quer dizem, acontecem.

 


Dos 5 seriados que citei, 3 possuem um núcleo totalmente feminino, haha. São os meus preferidos <3!

Anúncios

[BEDA] 5 animações que você não cansa de ver

Mais um post sobre gosto pessoal… adoro!


1- Up! Altas aventuras

2 – A viagem de Chihiro

3 – Procurando Nemo

4 – Toy Story (Todos)

5 – Ghost in the shell


Não vou falar de um por um, porque creio que sejam todos conhecidos, até Ghost in shell, que teve um filme lançado recentemente.

Mas caso você não conheça nenhum ou algum deles, dê uma olhada porque valem a pena.

[BEDA] 5 jogos que eu gosto muito

OH GOSH, citar aqui os jogos que mais gosto vai denunciar a minha idade, haha… Mas que se dane, eu nem ligo 😛

Vamos lá porque “games” é o meu assunto FAVORITO!


5 jogos que eu gosto muito

1 –  The King of Fighters’97

Esse é o meu jogo predileto. Passei tardes inteiras jogando em casa, fui viciadona meeesmo! E esse ano faz 20 anos que foi lançado.

KOF’97 é na minha opinião o melhor jogo de luta que já saiu!!!

2 – Super Mario 64

Esse aqui é outro que me acompanhou durante a infância. Foi o primeiro jogo que eu joguei sozinha até salvar. Sou tão apaixonada por Super Mario 64, que dei um jeito de colocar esse jogo no meu PSP.

*NOTA: Teoricamente, nenhum jogo do Mario deveria “rodar” num PSP, porque são feitos por empresas diferentes. Mario é uma franquia da Nintendo, que produz o Gameboy, e o PSP é o portátil da Sony, dona da marca Playstation.

3 – The Legend of Zelda: Ocarina of the time

Outra franquia que eu amo. Esse em especial é o meu preferido. Salvei logo que terminei Super Mario 64. Foi jogando Zelda que eu comecei a entender melhor de inglês, e eu tinha apenas 11 anos…

4 – Resident Evil 3: Nemesis

Salvei aos trancos e barrancos! Levava cada susto com aqueles barulhos dos zumbis arrombando as portas, às vezes eu jogava com o volume da tv baixo para não dar medo, haha. Ótimo jogo!

5 – Pokemon Sapphire

Claro que não podia faltar pokémon! Apesar de ser um jogo de Gameboy, fiz uma gambiara para rodá-lo no psp. Gosto dos primeiros jogos de Pokémon para Gameboy, e estou jogando o Sapphire novamente por motivo de SIM.

[BEDA] Ensine algo no seu blog

No começo do ano eu postei este vídeo aqui, onde uma garota ensinava a fazer SUSPENDER LEGGINGS. 

E dessa vez não será muito diferente, porque eu vou postar novamente o vídeo de outra pessoa fazendo tutorial.

E eu explico o porquê.

A verdade é que eu não faço nada de muito extravagante nas peças que eu customizo, geralmente eu transformo calça em shorts, ou corto a gola das camisetas que eu compro na sessão infantil masculina das lojas de departamento (um beijo C&A!).

Estou há algum tempo tomando coragem para transformar uma legging num cropped, exatamente como a menina do vídeo que eu vou postar fez. Digo que estou tomando coragem, porque estou com medo de estragar a calça, sei lá…

Mas enfim, se você tiver mais habilidade com este tipo de coisa, pode meter as caras e fazer a sua peça usando este vídeo como exemplo.

Partiu tentar?

O vídeo é do canal da Laura Brito. Mas se você jogar diy halter top, aparece uma enxurrada de vídeos em diversos idiomas… Eu fico de boca aberta com alguns diy, já vi gente transformando legging em maiô, dá para acreditar?!

Então é isso, bjs e até o próximo post 😉

[BEDA] Livros que me inspiram

Escolhi duas biografias que li recentemente: A garota da banda – Kim Gordon e Só garotos – Patti Smith.

Duas mulheres do mundo do rock, que passei a admirar.


Kim-Gordon

Quem é Kim Gordon.

Instrumentista, vocalista, artista visual, produtora musical, diretora e atriz. Ganhou notoriedade como baixista da banda pós-punk Sonic Youth, que ela formou com Thurston Moore e Lee Ranaldo em 1981. Em 1990, dirigiu o videoclipe de “Cannonball”, do Breeders, em colaboração com Spike Jonze. Anos mais tarde, lançou sua própria marca de moda, a X-Girl. Atuou no filme Últimos dias, de Gus Van Sant, e participou de episódios das séries Gossip Girl e Girls. Em 2012, após a dissolução do Sonic Youth, Kim formou o Body/Head com seu amigo Bill Nace. Em junho de 2015, a 303 Gallery, de Nova York, inaugurou uma mostra com seu trabalho. Fonte Editora Rocco

A garota da banda

A primeira coisa que tenho à dizer sobre esse livro, é que você não precisa ser fã do Sonic Youth para lê-lo.

kim-gordon-700x525

Sempre achei a Kim muito reservada, apesar de famosa. Ela tem um olhar meio triste demais para quem tem uma vida tão legal (na minha imaginação né). Só lendo sua bio é que fui entender sua realidade.

O livro começa pelo fim da banda, e o último show no SWU (Itu – São Paulo) em 2011. Ela e Thurston já estavam separados, e ele falava com todos da banda, menos com ela (parece que esse tipo de atitude não é exclusividade de nós, que não somos famosos).Kim-Gordon-bass

Ela fala da sua vontade de trabalhar com arte, a internação do seu único irmão (que sofre de esquizofrenia), como seus pais eram ausentes, sua mudança para a China na adolescência (saiu da Califórnia para a China), a história sobre como ela descobriu que seu marido a traía, a gravidez tardia… tem muita coisa interessante no livro.

Gente, eu ainda não tenho “as manhas” de fazer resenha de livros/filmes, então vou deixar aqui embaixo o link da editora Rocco, com um trecho do livro.

a_garota_da_banda


 

patti-smith1

Quem é Patti Smith.

Nascida em 1946 em Chicago, Estados Unidos. Antes de completar 21 anos, mudou-se para Nova York, onde conheceu Robert Mapplethorpe, seu companheiro e amigo de muitos anos. Patti ganhou reconhecimento nos anos 1970 por sua fusão revolucionária de poesia com rock, e seu disco Horses, tido como precursor do punk, é considerado um dos cem melhores álbuns de todos os tempos. Ela gravou uma série de discos e publicou livros de poesia como Babel e Auguries of Innocence. Em 1973, Patti expôs seus primeiros desenhos. Em 2008, a Fundação Cartier de Paris fez uma grande mostra com fotografias, instalações e desenhos da artista. Fonte Companhia das Letras

Só garotos

Patti Smith and Robert Smith, New York
Patti Smith e Robert Mapplethorpe

Crescida numa família modesta de Nova Jersey, Patti trabalhou em uma fábrica e entregou seu primeiro filho para adoção, antes de se mandar para Nova York, com vinte anos, um livro de Rimbaud na mala e nada no bolso. Era o final dos anos 1960, e Patti teve de se virar como pôde: morou nas ruas de Manhattan, dividiu comida com um mendigo, trabalhou e dormiu em livrarias e até roubou os colegas de trabalho, enquanto conhecia boa parte dos aspirantes a artistas que partilhavam a atmosfera contestadora do famoso “verão do amor”. Fonte Companhia das Letras 

Primeiramente acredito que a tradução do título esteja errada, “Just kids” é mais para “apenas crianças”.

Cara, que bio deliciosa! A Patti Smith tem uma história muito louca! No livro ela conta tudo que foi citado acima, e nos permite passear pela Nova York da época. Sério, eu realmente me senti em NY.patti-smith3

O interessante, é que assim como a bio da Kim Gordon, a bio da Patti se cruza com movimentos que estavam surgindo na época.

patti-smith2

Três postagens antigas favoritas (Universo Alternativo)

Oi gente!

Este é o meu primeiro post participando do projeto Escrita Mensal – do grupo Universo Alternativo, criado pela Jaque, do blog 4sphyxi4.

 

Como funciona

O projeto consiste em posts sempre no dia 15 de cada mês, com um tema definido, que está disponível lá no facebook.


 

E nesse dia 15 de junho, o tema é: 3 postagens antigas favoritas.

Como esse aqui é o meu milésimo blog, e não tem muito tempo de vida (tem 2 meses), os textos antecedentes à isso peguei dos outros blogs que escrevia. Decidi fazer um blog só para falar de tudo, sem assunto específico sabe?

Anyway, aqui estão as minhas 3 postagens favoritas. Espero que gostem 😀

1. Reveillón em Ilhabela

Praia do Bonete em Ilhabela
Bonete (Ilhabela)

Foi a primeira vez na minha vida em que acampei na praia, e em Ilhabela. Foi ótimo. Passei o reveillón de 2015 para 2016 acampada lá. Quem já fez a trilha para o Bonete, sabe como é pesada, mas também sabe como vale a pena. ❤

Se você tem vontade de saber como é esse rolê, dá uma olhada no meu texto, que pode ajudar.

 

2. Trekking na Pedra da Mina

PEDRA DA MINA (MINAS GERAIS)
PEDRA DA MINA (MINAS GERAIS)

Foi o trekking mais difícil que já fiz até hoje. A Pedra da Mina (MG), é o 4º pico mais alto do Brasil (2798 metro de altura), e eu consegui vencê-lo com uma mochila de 9 quilos nas costas, gripada e bem despreparada. Mas no final deu tudo certo.

Não aconselho fazer do jeito que eu fiz, mas aconselho todo mundo a pelo menos uma vez na vida fazer essa subida.

Aqui meu texto

 

3. Minha ida ao Maximus Festival

DSCN8279
Palco do Slayer

Para não ficar só nas lembranças do passado distante, resolvi colocar como postagem preferida, a minha ida do Maximus deste ano. Não é nem pelo post, mas por toda a mágica que aconteceu para que eu conseguisse ir nesse festival.

Aqui meu texto 😀


 

Não esqueça de visitar os outros blogs participantes do projeto, ok?

Asfixia

Fala Tef

Relíquias da Lara

Lady Darks

Tary Belmont

A guria de moletom

 

Bejão!